Centro de Desenvolvimento Sustentável doa 40 toneladas de alimentos no Paraná

Mais de 90% dos produtos que compõem as 2 mil cestas distribuídas pela CEAGRO são agroecológicos e da reforma agrária

Por Jaine Amorin

Nos dias 27 e 29 de maio, o Centro de Desenvolvimento Sustentável e Capacitação Agroecológica (CEAGRO) entregou, com apoio e financiamento da Fundação Banco do Brasil, 2.000 cestas – com 20 kg de alimentos cada – para famílias vulneráveis da região Centro e Sudoeste do Paraná.

Os alimentos foram fornecido por 383 famílias da agricultura familiar e da reforma agrária. Entre os produtos que compõem as cestas estão o feijão, fubá, arroz, açúcar mascavo, leite, ovos, frutas, hortaliças, panificados, kit de higiene e limpeza, entre outros itens.

Como agricultora a gente se sente valorizado. Está lá no campo trabalhando todo dia e quando vem um projeto a gente é lembrado e se sente valorizado”, afirma a agricultora Rosana Vaz, moradora do município de Palmital. Toda a produção da propriedade da família Vaz é certificada pela Rede Ecovida de Agroecologia.

Mais de 90% dos alimentos são agroecológicos e da reforma agrária. Parte das famílias que realizaram a venda desses alimentos são atendidas pelo CEAGRO, fazendo parte de uma rede de agroecologia e economia solidária, que para sua consolidação contou com o apoio da Fundação Banco do Brasil entre outros parceiros.

Montagem das cestas/ Foto: Jaine Amorin

Luis Carlos Costa, Coordenador Geral do CEAGRO, reforça a importância do programa e da parceria entre CEAGRO e a Fundação B.B. nesse momento de crise e de pandemia.

Ele destaca duas características fundamentais. “A primeira é a aquisição direta de alimentos da agricultura familiar. No nosso caso a maioria são assentados e acampados da reforma agrária e atingidos por barragens. E a segunda é que na outra ponta temos famílias das cidades que estão sofrendo com o desemprego, com a fome, com a dificuldade de fazer as três refeições por dia”.

Foto: Jaine Amorin

A ação é dividida em duas etapa: A primeira que aconteceu nesta semana (27/05 a 29/05) e a segunda etapa com data a ser definida. Ao final das duas etapas serão 4.000 cestas doadas, 80 toneladas de alimentos e terá injetado R$400 mil na economia local.

“Veio na hora certa, uma boa ajuda”, relata Jocélia Andrade, moradora do bairro Presidente Vargas, em Laranjeiras do Sul.

A distribuição das cestas foi realizada em 10 municípios, sendo eles: Laranjeiras do Sul, com 425 famílias beneficiadas; Rio Bonito do Iguaçu, com 200; Laranjal, com 100; Nova Laranjeiras, com 225; Quedas do Iguaçu, com 400; Diamante do Sul, com 100, Palmital, com 100; Francisco Beltrão, com 200; Chopinzinho, com 50; e Candói, com 50. Totalizando duas mil famílias beneficiadas.

A iniciativa tem o apoio da BB Seguros e o banco BV, empresas do conglomerado Banco do Brasil, além da cooperativa de crédito COOPERFORTE, que destinaram recursos à Fundação Banco do Brasil para ações de assistência social, prevenção e combate a pandemia de Covid-19.

Foto: Jaine Amorin

Foto: Jaine Amorin

Foto: Jaine Amorin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *